A globalização da economia e o acelerado avanço tecnológico, característico do nosso tempo, tem produzido mudanças rápidas e constantes. Vivemos a era da velocidade, ela está presente na tecnologia da informação, na comunicação, na rapidez com que os produtos disponíveis são renovados, na mudança de comportamento do consumidor. Essas transformações intensas fazem com que tudo envelheça muito rapidamente e pareça sem valor para as novas gerações.

Vivendo imersos nesse mundo virtual e assimilando o que “aconteceu” por meio dos telejornais com imagens fragmentadas e frases resumidas, quem não conhece a História é induzido a identificar aquilo que está vendo como a “verdade” e a explicar o presente com base nele próprio. Como lembra Marc Bloch no seu clássico “Apologia da História ou o ofício do historiador”, além de prejudicar o conhecimento do presente, a ignorância do passado compromete também a nossa ação no presente. Por isso, a História tem um duplo compromisso: com o passado e com o presente, bem como com as relações entre um e outro.

A palavra história é de origem grega e significa “investigar”. Segundo o historiador grego Heródoto “História é a investigação das ações realizadas pelos seres humanos em diferentes épocas e lugares”. Estudar História é refletir sobre o presente, comparar modos de vida; é viajar mentalmente pelo tempo, conhecer o modo de pensar e agir de diferentes povos, observar suas dificuldades e as tentativas de solucioná-las; é analisar a vida em sociedade em outras épocas e lugares.

O conhecimento histórico nos dá ferramentas para relacionar fatos, perceber a diversidade de interpretações que os fatos recebem e principalmente nos ajuda a desenvolvermos nosso espírito crítico ao analisarmos a realidade social, política e cultural dos acontecimentos.

Conhecer a História é essencial para o exercício da cidadania. Se conhecermos nosso passado, longínquo e recente, teremos melhores condições de refletirmos sobre nosso destino coletivo e de tomarmos decisões.  Compreender criticamente os acontecimentos do passado e do presente nos ajuda a construir uma sociedade mais justa e solidária.

 


Maria Conceição Ornellas Barbosa (Kika)
Professora de História do Ensino Fundamental II do Colégio Spinosa.
Coordenadora de História e Geografia do Ensino Fundamental I do Colégio Spinosa.
Bacharel e Licenciada em História pela PUC – SP
Pós graduação em História da África pela USP – SP
Cursos diversos na área da Educação.

Abrir Whatsapp
Fale com a gente
Olá, gostaria de informações sobre as matrículas