Na atual crise sanitária decorrente da pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2 (covid-19), acontecimento determinante neste século, a Ciência aparece como protagonista, buscando entender a dinâmica do vírus e oferecer soluções para a sociedade. Profissionais de várias especialidades estão altamente comprometidos com o desenvolvimento de medicamentos e vacinas, bem como com a cura dos pacientes infectados que apresentam os sintomas graves da doença.

A Organização Mundial da Saúde declarou a pandemia do covid-19 em 11 de março de 2020, em razão de ter sido identificado que o vírus já havia infectado muitas pessoas no mundo inteiro de forma simultânea. Outras pandemias graves já foram enfrentadas pela humanidade no passado como, por exemplo, a gripe espanhola, varíola, peste negra e a recente gripe suína.

Especialistas afirmam que existem duas formas de mudar a progressão de uma pandemia. A primeira forma é por meio de medicamento específico capaz de diminuir a mortalidade ou a transmissibilidade.

A segunda forma é pela imunização que pode ser ativa, quando todas as pessoas adquirem a doença e ficam imunes, ou passiva, por meio da vacinação. Uma doença pandêmica entra em equilíbrio quando mais ou menos 60% a 70% da população se torna imune, a chamada imunidade de rebanho. Nesse estágio a doença passa a ser endêmica, com surtos sazonais, mas não excedem uma determinada transmissibilidade.

Apesar de todos os esforços dos cientistas, ainda não há medicamentos com comprovada eficiência para o tratamento de pessoas infectadas pelo covid-19.

No entanto, como resultado do trabalho árduo de dezenas de pesquisadores de diversos países, felizmente foram desenvolvidas algumas vacinas em tempo recorde para conter o avanço da pandemia.

Segundo a médica pneumologista Margareth Dalcomo, da Fiocruz, “a vacina é a única e perfeita solução de controle de uma pandemia do porte da covid -19”.

As experiências passadas confirmam a afirmação da Dr. Margareth. Em 1796, Edward Jenner descobriu a vacina da varíola, doença já erradicada. Muitas outras doenças deixaram de ser ameaças devido à imunização da população por meio das campanhas de vacinação

O Brasil é referência mundial na produção de vacinas. São distribuídos mais de 25 tipos de vacinas gratuitamente e são exportadas doses para mais de 70 países, doses estas produzidas pelo Instituto Butantan e pela fundação Oswaldo Cruz. O calendário e o sistema de imunização do Brasil, do SUS, é um dos mais completos do mundo. Tais instituições estão trabalhando intensamente para que sejam produzidas vacinas para imunização das pessoas contra o covid-19

Em razão da importância da compreensão do tema, nós professores do Colégio Spinosa, desenvolvemos um projeto sobre vacinas abrangendo o Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio, ressaltando a importância do conhecimento, da informação segura e da vacinação para nos mantermos saudáveis e proteger a sociedade.

Não poderíamos deixar de mencionar também o papel crucial que os profissionais da saúde estão exercendo neste contexto, salvando milhares de vidas. É louvável o gerenciamento mental desses profissionais, sua capacidade de doação e perseverança. Certamente estamos todos muito agradecidos ao empenho desses profissionais.

Em conclusão, a Ciência está à serviço da sociedade para que possamos superar, em breve, esta situação tão diferente para todos nós.  Entretanto, é indispensável a colaboração e o compromisso de cada um de nós para que as medidas de prevenção indicadas pelas autoridades sanitárias sejam observadas e, com o fim do isolamento social, possamos restabelecer nossas rotinas e colocar em prática todos os aprendizados adquiridos na pandemia como uma educação renovada, novos hábitos e, sobretudo, influenciando as futuras gerações com uma postura de solidariedade. Nós do Colégio Spinosa, permaneceremos apoiando nossos alunos e famílias nessa jornada.

Aparecida Donizetti dos Santos Moda.

Professora de Química e Coordenadora de Ciências do Colégio Spinosa.

Licenciatura Plena em Química com habilitação em Física – Universidade de São Paulo.

Curso de Extensão Cultural – Metodologias de Ensino de Disciplinas da Área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias do Ensino Médio.

Cursos de Gestão Escolar.

Cursos de aperfeiçoamento em Química.

Abrir Whatsapp
Fale com a gente
Olá, gostaria de informações sobre as matrículas