Sabia que 35% dos estudantes internacionais do ensino superior em Portugal são brasileiros?

Segundo a DGEEC – Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, em 2019 mais de 170 nacionalidades diferentes estavam a cursar programas de graduação, mestrado e doutorado em Portugal, sendo que o Brasil é o país com maior expressão ocupando o 1º lugar na tabela com maior número de estudantes.

Quais as vantagens de Estudar em Portugal?

Quando se pensa em estudar e viver fora, Portugal surge geralmente no “TOP 5” dos países de destino, não e verdade?

Apesar do oceano que nos separa, as nossas culturas e línguas comuns inevitavelmente nos aproximam, e é cada vez mais recorrente conhecermos no nosso seio familiar, amigos e conhecidos alguém que está a morar em Portugal, ou que visitou recentemente e ficou apaixonado pelo país!

E quais seriam as 5 razões que tornam o país tão atrativo?

  1. Portugal é o 3º país mais seguro do mundo;
  2. A capital, Lisboa, é a 40ª cidade mais reputada do mundo;
  3. Voos baratos para as principais capitais da Europa (Paris, Madrid, Londres, entre outras);
  4. Mais de 200 dias de sol por ano;
  5. Lisboa é também a 19ª cidade mais barata da Europa: alojamento desde € 250, passe de transportes por € 30, e alimentação a rondar os € 250; tudo custos de referência mensais!

 

Somando a isso, à data de hoje mais de 50 Universidades em Portugal aceitam ENEM, sendo reconhecido como prova de ingresso na maior parte das Graduações destas instituições de ensino superior; o cálculo da nota de ingresso e a validade da prova varia consoante a instituição. Por exemplo, a Universidade Europeia passou a aceitar o ENEM há 2 anos, em 2019 e desde o ano passado que as provas deixaram de ter limite de tempo; ou seja, se o estudante está abrangido pelo Estatuto Estudante Internacional*, se o ENEM foi realizado ano passado ou há 5 anos, e a média aritmética dos componentes do exame é igual ou superior à nota de corte, então o ENEM é aceite em todas as Graduações!

*Em linhas gerais, para ser abrangido pelo Estatuto Estudante Internacional em Portugal, o estudante e seus pais não poderão ter cidadania da União Europeia, nem estarem a residir nos últimos 2 anos em território da União Europeia.

 

E depois do ensino médio?

Em Maio deste ano, o Colégio Spinosa em parceria com  a Universidade Europeia/ IADE/ IPAM, instituições de ensino superior em Portugal, uniram-se de forma dar uma palestra aos estudantes do ensino médio sobre os próximos passos até à Graduação e como estudar em Portugal.

Antes de abordarmos os vários cursos e o modo de ingresso em Portugal, há sempre questões pertinentes que cada estudante do ensino médio se deve colocar a si mesmo e que certamente farão a diferença no seu futuro:

 

  1. Quero ou não prosseguir os estudos?
  2. Que área vou escolher?
  3. Quais as saídas profissionais?
  4. Quero continuar a estudar no Brasil ou no estrangeiro?
  5. Qual o curso à minha medida?

 

Nem sempre nos sentimos preparados ou confiantes no rumo que escolhemos após a conclusão do ensino médio. No entanto, é importante salientar que a taxa de empregabilidade é sempre mais elevada para quem possui uma Graduação e que há oportunidades que poderão surgir no futuro em que o grau académico poderá vir a ser um fator decisivo. Palestras, feiras das profissões, workshops, entre outros, são excelentes iniciativas para se aprofundar a área com a qual nos identificamos mais; e privar com profissionais que já trabalham nessa mesma área será um ajuda valiosa para se ganhar uma noção mais real do que o futuro nos espera.

Depois de todas essas etapas, é cada vez mais comum se ponderar sobre a possibilidade (ou não) de se aventurar numa experiência internacional, uma decisão que deve ser sempre avaliada e ponderada em família. É importante recolher o máximo de informação sobre os vários países e cidades de destino, falar com quem lá está ou esteve para que a transição seja o mais adaptada possível.

Tomadas todas estas decisões, chega a altura de “escolher o curso à minha medida”. Há várias Universidades com o mesmo curso, mas há que ter em conta que nem todas lecionam do mesmo jeito ou têm o mesmo foco nas mesmas áreas. Por isso, é crucial entrar em contacto com todas as opções, perceber bem as diferenças e vantagens de cada um dos cursos, falar com estudantes e professores, e aí fica mais fácil chegar à conclusão de qual o curso/ instituição que melhor fazem “match” com o nosso perfil.

Sobre a Universidade Europeia/ IADE/ IPAM

A Universidade Europeia é a mais antiga escola de ensino superior privado em Portugal, o IADE é pioneiro no ensino do Design em Portugal e considerado uma das 50 melhores escolas de Design da Europa, e o IPAM é a mais antiga escola de marketing em Portugal. Estas 3 instituições, que fazem parte do mesmo grupo, oferecem mais de 20 graduações nas mais diversas áreas como a Gestão, Direito, Psicologia, Turismo, Desporto, Design, Marketing e Tecnologias, bem como cursos Tecnólogos na área do Marketing Digital e Vendas.

o   +500 empresas parceiras de empregabilidade;

o   > 95% taxa de empregabilidade;

o   +200 parcerias de mobilidade internacional;

o   1 em 6 estudantes internacionais no Campus (1 em 2 é do Brasil);

o   > 60 nacionalidades diferentes

Se o seu desejo passa por no futuro vir estudar em Portugal, estou ao dispor para tentar ajudar em qualquer questão que tenha. Pode me contactar através do nosso website ou via Whatsapp +351969379876

Gostaria de reforçar que a experiência é ótima, mudanças são sempre bem-vindas para nosso crescimento e desenvolvimento, claro, é preciso de muita pesquisa, planejamento e coragem. Mas se esse é seu sonho, o melhor a fazer é correr atrás e aproveitar cada minuto.

Beatriz Siqueira – International Admissions Advisor / beatriz.siqueira@universidadeeuropeia.pt

Bacharel em Design de Interiores e Produto pela Universidade CEUNSP – Cruzeiro do Sul

Universidade Europeia/ IADE/ IPAM – Portugal

Abrir Whatsapp
Fale com a gente
Olá, gostaria de informações sobre as matrículas